O que é

É um conjunto de exames que pretende mostrar ao paciente o estado clínico em que ele se encontra antes de realizar algum procedimento cirúrgico, seja este programado ou de urgência. Ao determinar se a pessoa pode ou não se submeter à cirurgia, a avaliação esclarece sobre riscos médicos e tratamentos para que complicações no pré e pós operatório sejam evitadas e o paciente seja beneficiado em curto e longo prazo. O risco cirúrgico deve ser feito por cardiologista. 

No CCG são feitas consultas, eletrocardiogramas e demais exames cardiológicos. O risco cirúrgico completo também requer exames laboratoriais (hemograma). Os médicos do CCG podem encaminhar o paciente para estas avaliações complementares, caso ainda não tenham sido realizadas. 

 

Como é feito

A série de exames é definida de acordo com as particularidades de cada organismo, conforme a idade da pessoa, sua condição física e histórico de doenças, entre outras observações. O tamanho da cirurgia também é uma informação importante a ser considerada. O resultado da avaliação respeita critérios pré-estabelecidos, variando do grau 1 (ausência de riscos observáveis) ao grau 4 (risco muito elevado).

 

Preparo para o exame

Como os exames envolvidos no risco cirúrgico dependes de fatores individuais e de cada cirurgia, o preparo pode variar caso a caso. As recomendações são informadas pelo especialista na consulta.